A OBRA DO ESPIRITO SANTO EM MARIA

Nossa Senhora1Deus Espírito Santo realiza a Sua obra com Maria, em Maria e por Maria.

São Luís Maria Grignion de Montfort, no “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria”, nos ensina que “Deus Espírito Santo formou Jesus Cristo em Maria”1, que o Filho de Deus se fez homem para nos salvar, em Maria e por Maria. A respeito desta obra singular da graça divina, o Santo exclama: “Ó admirável e incompreensível dependência de um Deus! Nem o Espírito Santo a pôde ocultar (Maria) no Evangelho para nos mostrar o seu valor e glória infinita, embora tenha escondido quase todas as maravilhas operadas pela Sabedoria Encarnada (Jesus Cristo) durante a sua vida oculta”2.

O Espírito Santo é Deus, por isso tudo pode por Si mesmo, mas produziu “outra Pessoa Divina, tornou-se fecundo por Maria, a quem desposou. Foi com Ela e n’Ela e d’Ela que formou a sua obra-prima: um Deus feito homem, e que forma todos os dias, até o fim dos séculos, os predestinados e os membros do corpo que tem por cabeça o adorável Jesus”3. Por isso, quanto mais numa alma o Espírito de Deus encontra a Virgem Maria, sua amada e inseparável esposa, tanto mais operante e poderoso se torna para produzir Jesus nessa alma e essa alma em Cristo, para podermos dizer com São Paulo: “Eu vivo, mas já não sou eu; é Cristo que vive em mim”4.

São Luís Maria não quer dizer com isso que a Virgem de Nazaré dê ao Espírito Santo a fecundidade, como se Ele não a tivesse. O Espírito é Deus e, por isso, possui a fecundidade, tal como o Pai e o Filho, embora Ele não a transforme em ato, produzindo outra pessoa divina por Si mesmo. “O que se quer dizer é que o Espírito Santo reduz a ato (realiza) a sua fecundidade por intermédio da Santíssima Virgem”5. O Espírito Santo quer servir-se de Nossa Senhora, embora disso não tenha uma necessidade absoluta, “para produzir n’Ela e por Ela Jesus Cristo e os Seus membros. Mistério de graça, escondido mesmo aos cristãos mais sábios e mais espirituais!6

Além de gerar Jesus e cada um de nós, membros do corpo místico de Cristo, “Deus Espírito Santo comunicou a Maria, sua fiel esposa, os Seus dons inefáveis, e escolheu-a para dispensadora de tudo quanto possui. Deste modo, Ela distribui a quem quer, quanto quer, como e quando quer todos os Seus dons e graças, e nenhum dom celeste é concedido aos homens sem que passe por suas mãos virginais.”7. Deus quis que tudo recebamos por Nossa Senhora. Desta forma, a Santíssima Virgem Maria é enriquecida, elevada e honrada pelo Altíssimo, ela que durante toda a sua vida se fez pobre, humilhou-se e escondeu-se até o mais profundo nada, em sua extrema humildade.

Assim, o Espírito Santo quer formar em Maria e por Maria os eleitos, por isso diz à sua fiel Esposa: “Lança raízes entre os meus escolhidos”8. Deixemos que se realize esta obra em nós, acolhamos a Mãe de Deus em nossas almas, para que o Espírito gere Jesus Cristo em nós, e transforme nossas almas em Jesus Cristo. Além disso, Deus quis que tudo recebamos por meio de Nossa Senhora, por isso peçamos por ela o Espírito Santo, os seus dons e as suas graças em nossas vidas. Supliquemos a Virgem Santíssima as suas virtudes, a fim de que cresçamos “de virtude em virtude e de graça em graça”9. Clamemos a Mãe do Senhor a sua fé invencível, a sua humildade profunda, a sua mortificação universal, a sua oração sublime, a sua ardente caridade, a sua firme esperança e todas as suas virtudes. Pois, a Virgem Maria continua a ser a esposa fiel do Espírito Santo, tão pura e tão fecunda como nunca. Que a fé da Virgem de Nazaré dê fiéis servos ao Espírito de Deus, que a sua pureza virginal Lhe dê virgens consagradas, e a sua fecundidade universal dê a Ele novos eleitos e templos vivos do Espírito. Nossa Senhora de Pentecostes, rogai por nós!

FONTE: CANÇÃO NOVA

Referências Bibliográficas:

1 SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT. Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria. Anápolis: Fraternidade Arca de Maria, 2002, 16.

2 Idem, 18.

3 Idem, 20.

4 Gl 2, 20.

5 SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT. Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria. Anápolis: Fraternidade Arca de Maria, 2002, 21.

6 Idem, ibidem.

7 Idem, 25.

8 Eclo 24, 13.

9 SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT. Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria. Anápolis: Fraternidade Arca de Maria, 2002, 34.

Anúncios

Um comentário sobre “A OBRA DO ESPIRITO SANTO EM MARIA

  1. PEÇO ORAÇÕES PELA MINHA SAUDE SAUDE E PAZ DE MEUS FAMILIARES E SAUDE E PAZ DE MINHA SOBRINHA CAROLINA.OBRIGADA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s