33 Promessas – Sagrados Corações de Jesus e Maria

ihsh32-print

A Dupla Novena foi pedida à Irmã Natália da Hungria. Trata-se da Comunhão reparadora, depois da preparação apropriada e do arrependimento (confissão), em Nove Primeiras Sextas-feiras e Nove Primeiros Sábados e  consecutivos, para consolar o Sagrado Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria. (Confessa-se e receber a Santíssima Eucaristia com a Intenção de REPARAR o Sagrado Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria).

 Imprima-se:
Niterói, 26.02.1971
+ Antônio, Arcebispo de Niterói 

As 33 Promessas de Jesus aos que completarem a Dupla Novena em Honra dos Sagrados Corações de Jesus e Maria

1. Concederei, durante a Novena, tudo o que Me pedirem através do Coração Imaculado de Minha Mãe, desde que o pedido esteja de acordo com a vontade do Pai.

2. Estas pessoas experimentarão, em todas as circunstâncias, a extraordinária ajuda de Minha Mãe e Sua bênção.

3. A paz, a harmonia e o amor reinarão em suas almas e em suas famílias.

4. Protegerei suas famílias contra escândalos, decepções e injustiças.

5. Os casais permanecerão unidos e, se estiverem separados, unir-se-ão novamente.

6. Haverá compreensão entre todos os membros das famílias e todos perseverarão na fé.

7. As gestantes experimentarão a proteção especial de Minha Mãe e receberão o que pedirem para si e para seus filhos.

8. Os pobres terão habitação e alimento.

9. Estas pessoas serão conduzidas por Mim a amar a oração e o sofrimento e aprenderão a amar a Deus, ao próximo e aos seus inimigos.

10. Os pecadores serão convertidos sem dificuldade, mesmo que uma outra pessoa faça a Novena por eles.

11. Os pecadores não recairão em seus pecados e receberão não somente o perdão de suas faltas, mas, através de contrição perfeita e amor, recobrarão a inocência batismal.

12. Aqueles que completarem esta Novena em estado de inocência batismal (especialmente as crianças), até sua morte não ofenderão meu Coração com pecados graves.

13. Os pecadores que se arrependerem sinceramente, escaparão não só do inferno mas também do Purgatório.

14. As almas indiferentes tornar-se-ão fervorosas, perseverarão e alcançarão, mais rapidamente, a perfeição e a santidade.

15. Se os pais ou quaisquer outros membros de uma família completarem esta Novena, ninguém desta família será condenado ao inferno.

16. Muitos jovens serão chamados à vida religiosa, inclusive ao sacerdócio.

17. Os descrentes tornar-se-ão fiéis e aqueles que tinham se afastado retornarão à Igreja.

18. Sacerdotes e Religiosos permanecerão fiéis às suas vocações e os que se tornaram infiéis receberão a graça de uma sincera contrição e a possibilidade de retorno.

19. Os pais e superiores receberão ajuda tanto em suas necessidades espirituais como nas materiais.

20. Estas pessoas escaparão facilmente das tentações da carne, do mundo e de satanás.

21. Os orgulhosos e arrogantes tornar-se-ão humildes e os geniosos tornar-se-ão amorosos.

22. As almas fervorosas experimentarão a doçura da oração e do sacrifício e jamais serão atormentadas pela inquietação ou dúvida.

23. Os moribundos partirão desta vida sem agonia, sem os ataques de satanás, e escaparão de mortes súbitas ou inesperadas.

24. Os agonizantes experimentarão grande desejo pela vida eterna; portanto, submeter-se-ão à minha vontade e partirão desta vida nos braços de minha Mãe.

25. As almas experimentarão a extraordinária proteção de minha Mãe no Julgamento.

26. As pessoas receberão a graça de sentirem compaixão e amor diante dos meus sofrimentos e os de minha Mãe.

27. Aqueles que se esforçarem para serem perfeitos obterão, como privilégio, as virtudes principais de minha Mãe: humildade, amor e pureza.

28. Uma certa alegria e paz exterior e interior os acompanhará através de suas vidas, tanto na doença como na saúde.

29. Os Sacerdotes receberão, sem dificuldades, a graça de viverem na presença de minha Mãe.

30. Aqueles que avançarem na união mística Comigo receberão a graça de sentirem esta unidade e saberão o que significa: não são eles que vivem, mas Eu que vivo neles. Ou seja: Eu amarei com seus corações, Eu rezarei com suas almas, Eu falarei com suas línguas, Eu servirei com todo seu ser. Eles experimentarão que o que há de bom, belo, santo, humilde, manso, obediente, valioso e admirável neles, sou Eu. Eu, o Onipotente, o Infinito, o Único Senhor, o Único Deus, o Único Amor.

31. As almas daqueles que completarem esta Novena resplandecerão, por toda a eternidade, como lírios brancos, em volta do Coração Imaculado de minha Mãe.

32. Eu, o Divino Cordeiro de Deus, com meu Pai e o Espírito Santo, regozijar-Me-ei, por toda eternidade, vendo estas almas que, através do Coração Imaculado de minha Mãe, ganharam a glória eterna.

33. Os Sacerdotes avançarão, sempre, na fé e na virtude.

ORAÇÕES PARA AS NOVE PRIMEIRAS SEXTAS-FEIRAS

Oração Final para todas as Sextas-feiras

Jesus meu, vos dou meu coração…, Consagro-vos toda minha vida…, em vossas mãos ponho a eterna sorte de minha alma… e vos peço a graça especial de fazer minhas nove primeiras sextas-feiras com todas as disposições necessárias para ser participante da maior de vossas promessas, a fim de ter a sorte de voltar um dia a ver-vos no céu. Amém.

Primeira Sexta-Feira: Eu te prometo, na excessiva misericórdia de meu coração, que meu amor onipotente concederá a todos os que comunguem nas primeiras sextas-feiras de mês, durante nove meses consecutivos, a graça da penitência final, e que não morram em minha desgraça, nem sem receber os Santos Sacramentos, assegurando-lhes minha assistência na hora final.

Oh! bom Jesus, que prometestes assistir em vida, e especialmente na hora da morte, a quem invoque com confiança vosso Divino Coração! Vos ofereço a comunhão do presente dia, a fim de obter por intercessão de Maria Santíssima, vossa Mãe, a graça de poder fazer este ano as nove primeiras sextas-feiras que devem ajudar-me a merecer o céu e alcançar una santa morte. Amém.

Segunda Sexta-Feira: Lhes darei todas as graças necessárias a seu estado.

Jesus misericordioso, que prometestes, a quantos invoquem confiantes vosso Sagrado Coração, dar-lhes as graças necessárias a seu estado: vos ofereço minha comunhão do presente dia para alcançar, pelos méritos e intercessão de vosso Coração Sacratíssimo, a graça de uma terna, profunda e inquebrantável devoção a Virgem Maria.

Sendo constante em invocar a valiosa providencia de Maria, Ela me alcançará o amor a Deus, o comprimento fiel de meus deveres e a perseverança final. Amém.

Terceira Sexta-Feira: Porei paz nas famílias.

Abençoarei os lugares donde se venera a imagem de meu coração.

Jesus amantíssimo, que prometestes abençoar as casas onde se venera a imagem de vosso Sagrado Coração, eu quero que ela reine em meu lar; vos ofereço a comunhão do presente dia para alcançar por vossos méritos e pela intercessão de vossa Santa Mãe que todos e cada um dos membros de minha família conheçam seus deveres; os cumpram fielmente e consigam entrar no céu, com as mãos repletas de boas obras.

Oh! Jesus, que vos empenhais em tirar de nossos lares as discussões, as enfermidades e a miséria!

Fazei que, nossa vida seja uma não interrompida ação de graças por tantos benefícios. Amém.

Quarta Sexta-Feira: Serei seu consolo em todas as tribulações.

Jesus meu, que prometestes consolo a quantos a Vós recorram em suas tribulações: vos ofereço minha comunhão do presente dia para alcançar de vosso Sagrado Coração e do Coração Imaculado de vossa Mãe Santíssima a graça de vir ao Sacrário a pedir força e consolo quantas vezes me visitem as penas.

Oh! Jesus, oh! Maria, consolai e salvai aos que sofrem!

Fazei que nenhuma de suas dores os perda para o céu! Amém.

Quinta Sexta-Feira: Derramarei copiosas benções em todas as suas empresas.

Jesus meu, que prometestes abençoar os trabalhos de quantos invoquem confiantes vosso Divino Coração: vos ofereço a comunhão do presente dia para alcançar por vossa Santíssima Mãe a graça de que abençoe meus estudos…, minhas provas…, meu trabalho…, e todos os trabalhos de minha vida.

Renovo o inquebrantável propósito de oferecer-vos cada manhã ao levantar-me, e por intermédio da Santíssima Virgem, as obras e trabalhos do dia…, e de trabalhar com empenho e constância para engrandecer-vos e alcançar em recompensa o céu. Amém.

Sexta Sexta-Feira: Os pecadores acharão em meu coração um oceano de misericórdia.

Sagrado Coração de Jesus, sempre aberto aos pecadores arrependidos: vos ofereço a comunhão do presente dia para alcançar por vossos méritos infinitos e pelos de vossa Santíssima Mãe a conversão de quantos trilham o caminho do mal.

Vos suplico, bom Jesus!, inundeis os seus corações de uma grande dor de haver-vos ofendido. Fazei que vos conheçam e vos amem.

Dispensai-me a graça de amar-vos mais e mais e em todos os instantes de minha vida, para consolar-vos e reparar a ingratidão de quem vos tem esquecido. Amém.

Sétima Sexta-Feira: As almas tíbias acharão fervor. As almas fervorosas chegarão logo a perfeição.

Sem vosso auxilio, Jesus meu, não podemos avançar no caminho do bem.

Senhor, por intermédio da Virgem Maria, vos ofereço a comunhão deste dia para que aviveis em minha alma o amor a vosso Coração Sagrado e concedais este amor a quantos não o sentem.

Ajudado de vossa divina graça lutarei, Senhor, para que cada semana…, cada mês…, avance um pouco na virtude que mais necessito. Amém.

Oitava Sexta-Feira: Darei a quantos trabalham pela salvação das almas o dom de abrandar os corações mais endurecidos.

Sagrado Coração de Jesus, que prometestes inspirar aos que trabalham pela salvação das almas aquelas palavras que consolam, comovem e convertem os corações; vos ofereço minha comunhão de hoje para alcançar, mediante a intercessão de Maria Santíssima, a graça de saber consolar aos que sofrem e a graça de voltar a Vós, Senhor, aos que vos tem abandonado.

Doce Salvador meu, concedei-me e ajudai-me a salvar almas!

São tantos e tantos os desgraçados que empurram aos demais pelo caminho do vicio e do inferno!

Fazei , Senhor, que empenhe toda minha vida em fazer melhores aos que me rodeiam e em levá-los comigo ao céu. Amém.

Nona Primeira Sexta-Feira: Guardarei recordação eterna de quanto uma alma haja feito para a maior glória de meu coração. Os que propaguem esta devoção terão seu nome escrito em meu coração, de onde não será apagado.

Vos ofereço, Jesus meu, a comunhão do presente dia para alcançar a graça de saber infundir na alma de quantos me rodeiam ilimitada confiança em vosso Coração Divino.

Dai-me quanto necessito para levar a Vós aos que lutam…, aos que choram…, aos caídos…, aos moribundos… e dignai-vos, oh! Jesus!, escrever hoje meu nome em vosso Coração e dizer aos anjos que rodeiam vosso Tabernáculo:

“Este nome é o de um devoto que, amando-me muito, quer consolar-me do esquecimento e ingratidão de tantos homens.” Amém.

O Primeiro Sábado de cada Mês.

A devoção ao coração imaculado de Maria é tão antiga como a devoção ao Sagrado Coração de Jesus. Ela surgiu com os membros de várias confrarias do Rosário que tinham o costume de dedicar quinze sábados seguidos à Rainha do Santíssimo Rosário. Isto mostra quão unido está o Coração Imaculado de MARIA ao Sagrado Coração de JESUS Seu Filho e Nosso Senhor.

Assim os dois Corações são inseparáveis pois onde está Um está também o Outro tornando-se assim a Mãe Co-redentora da Humanidade. Quem não honra a Mãe, despreza Seu Filho JESUS.

Vejamos como DEUS, A Virgem Imaculada, os Anjos, Santos do Céu e a Santa Madre Igreja Católica Apostólica Romana através de seus Papas estão intimamente unidos pela salvação da humanidade.

         O HISTÓRICO.

Os quinze sábados em honra de Nossa Senhora do Santíssimo Rosário. “Durante muito tempo, os membros das várias Confrarias do Rosário tiveram o costume de dedicar quinze sábados seguidos à Rainha do Santíssimo Rosário, antes da Sua festa ou em alguma outra época do ano. Em cada um destes sábados, todos recebiam os sacramentos e realizavam exercícios piedosos em honra dos quinze mistérios do Rosário”. Em 1889, o Papa Leão XIII concedeu a todos os fiéis uma indulgência plenária num destes quinze sábados. Em 1892, “concedeu também, àqueles que estavam legitimamente impedidos ao sábado, a possibilidade de realizar este exercício piedoso no Domingo, sem perder as indulgências”.

       Os doze Primeiros Sábados do mês. Com o Papa São Pio X, a devoção dos primeiros sábados do mês foi aprovada oficialmente: “Todos os fiéis que, no primeiro sábado ou no primeiro domingo de doze meses seguidos, dedicarem algum tempo à oração vocal ou mental em honra da Imaculada Conceição da Santíssima Virgem ganham, em cada um desses dias, uma indulgência plenária. As condições são: confissão, comunhão e oração pelas intenções do Soberano Pontífice”.

       A devoção reparadora dos Primeiros Sábados do mês. Por fim, a 13 de Junho de 1912, São Pio X concedeu novas indulgências a práticas que parece anteciparem exatamente os pedidos de Pontevedra: “Para promover a devoção dos fiéis para com a Imaculada Virgem Maria, Mãe de Deus, e para fazer reparação pelos ultrajes dos homens ímpios ao Seu Santíssimo Nome e aos Seus privilégios, São Pio X concedeu ao primeiro sábado de cada mês uma indulgência plenária, aplicável às almas do purgatório.

As condições são: confissão, comunhão, oração pelas intenções do Soberano Pontífice e exercícios piedosos com o espírito de reparação, em honra da Virgem Imaculada”. Exatamente cinco anos depois deste dia 13 de Junho de 1912, aconteceu em Fátima a grande manifestação do Imaculado Coração de Maria, “cercado de espinhos que O pareciam cravar”. A Irmã Lúcia disse depois: “Nós compreendemos que era o Imaculado Coração de Maria, ultrajado pelos pecados da humanidade, que exigia reparação”.

       A 13 de Novembro de 1920, o Papa Bento XV concedeu novas indulgências a esta mesma prática, quando realizada no primeiro sábado de oito meses seguidos.

       Uma devoção tradicional … Que maravilhoso é ver o Céu contente pela coroação dum grande movimento de piedade católica, sem fazer mais nada senão dar precisão às decisões de um Papa, sendo esse Papa São Pio X! Também a Santíssima Virgem tinha vindo a Lourdes, confirmar as declarações infalíveis do Papa Pio IX.

       Ora bem: ao pedir ao Papa a aprovação solene da Devoção de Reparação revelada em Pontevedra, Nossa Senhora não estava realmente a pedir nada impossível. A Providência tinha preparado tudo tão bem que, em 1925-1926, esta devoção concordava perfeitamente com uma série de decisões papais que foram precursoras e que “anunciavam” a devoção do Primeiro Sábado.

       … Em Fátima, no entanto, uma devoção novíssima … Apesar do que foi dito, encontramos novos elementos na mensagem de Pontevedra! Em primeiro lugar, a concessão de excessos de generosidade que só o Céu pode ter a liberdade de conceder: no dia 10 de Dezembro, a Virgem Maria já não pede quinze, nem doze, nem sequer oito sábados a Ela dedicados; Ela bem sabe da nossa falta de constância e pede só cinco sábados – tantos como as dezenas do nosso Terço.

       Porém, é sobretudo a promessa unida a esta devoção que aumentou de um modo impressionante. Já não é um caso de indulgências (ou seja, a remissão do castigo por pecados já perdoados); trata-se, antes, de uma graça muito mais notável: a certeza de receber, à hora da morte, “todas as graças necessárias para a salvação”. É difícil imaginar uma promessa mais maravilhosa, porque se refere ao êxito ou ao fracasso na “nossa única e mais importante tarefa: a da nossa salvação eterna”.

A Revelação do dia 29 de Maio de 1930

       A Irmã Lúcia estava em Tuy – Espanha nessa época. O seu confessor, o Padre Gonçalves, tinha-lhe feito uma série de perguntas por escrito. Lembramos aqui só a quarta: “Porque hão de ser cinco sábados – perguntou ele – e não nove, ou sete em honra das Dores de Nossa Senhora?” Nessa mesma noite, a vidente implorou a Nosso Senhor que a inspirasse com uma resposta a essas perguntas. Poucos dias depois, ela enviou o seguinte ao seu confessor.

       “Ficando na capela, com Nosso Senhor, parte da noite do dia 29 para 30 deste mês de Maio de 1930 (sabemos que era seu costume ter uma hora santa das onze à meia-noite, especialmente às quintas-feiras, segundo os pedidos do Sagrado Coração de Jesus àSanta Margarida Maria Alacoque no mosteiro de Paray-le-Monial a partir de 1673), e falando a Nosso Senhor das duas perguntas, quarta e quinta, senti-me, de repente, possuída mais intimamente da Sua Divina Presença. E, se não me engano, foi-me revelado o seguinte:

       “Minha filha, o motivo é simples: são cinco as espécies de ofensas e blasfêmias proferidas contra o Imaculado Coração de Maria:

1.      As blasfêmias contra a Imaculada Conceição;

2.      As blasfêmias contra a Sua Virgindade;

3.      As blasfêmias contra a Maternidade Divina, recusando, ao mesmo tempo, recebê-La como Mãe dos homens;

4.      Os que procuram publicamente infundir, no coração das crianças, a indiferença, o desprezo e até o ódio para com esta Imaculada Mãe;

5.      Os que A ultrajam diretamente nas Suas sagradas imagens.

       Eis, Minha filha, o motivo pelo qual o Imaculado Coração de Maria Me levou a pedir esta pequena reparação …”

Anúncios

2 comentários sobre “33 Promessas – Sagrados Corações de Jesus e Maria

  1. Rogai por este problema que está tirando a minha paz e sono que eu tenho que resolver está semana.Ó Santa Mãe de Deus.
    Para que eu Marisa seja digna das promessas de Cristo.Amém!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s