Nossa Senhora do Rocio (Espanha)

SONY DSC

Almonte é um povoado do munícipo de Huelva, na região de Andaluzia, Espanha. O pitoresco e famoso Santuário de Maria Santíssima do Rocio fica a três léguas desse povoado.

O local se tornou meta de peregrinação de devotos marianos de toda Andaluzia, Espanha e outros países, por conservar uma imagem milagrosa da Virgem e pela singular romaria que ocorre durante a festa anual, em 15 de novembro.

Durante a invasão da Europa pelos árabes muçulmanos, os cristãos escondiam as imagens sagradas das igrejas, em locais isolados e distantes das cidades, para não serem destruídas ou profanadas. Isso também aconteceu com a venerável imagem de Nossa Senhora do Rocio, cuja devoção data do início do século XV.

Diz a tradição que foi encontrada por um caçador, na mata selvagem de Las Rocias, em seguida chamada de bosque do Rocio. Ele saira do povoado de Almonte, nessa direção para se distrair, quando percebeu os cachorros latirem assustados. O caçador foi até o local de onde vinham os latidos e com surpresa viu a linda imagem da Virgem Maria, colocada dentro do tronco oco de uma velha árvore. Ainda aturdido com a bela visão, verificou que era de madeira e que tinha sobreposta uma túnica de linho branco e verde, com a seguinte inscrição em latim: Nossa Senhora dos Remédios. Pensou em levar a imagem milagrosa para a igreja de Almonte. Com cuidado colocou-a na mochila e se dirigiu para o povoado. Mas a certa altura, encontrou uma gruta, como estava muito cansado, decidiu entrar para dormir um pouco Ao despertar notou que estava sem a imagem da Virgem.

Muito aflito, soltou aos cachorros que foram direto para o antigo lugar e novamente encontrou a imagem, no tronco da velha árvore. Reconheceu no sinal e no maravilhoso prodígio da Mãe, sua vontade de ser venerada alí mesmo. Os habitantes de Almonte acompanharam o caçador, o pároco e as autoridades até a mata selvagem para ver a milagrosa imagem da Mãe de Deus. Naquele mesmo instante começou uma das devoções mais fervorosas do povo espanhol.

Foi construída uma pequena ermida, de tal modo, que o tronco oco serviu de pedestal para colocar a Sagrada Imagem. Começou então o culto à ‘Virgem de Las Rocinas’, nome do lugar da aparição, apesar de antes ter sido invocada como ‘dos Remédios’. Em pouco tempo, a invocação mudou para o poético ‘Nossa Senhora do Rocio’. Nome inspirado na fecundidade espalhada pelo ‘orvalho’, sinônimo de ‘rocio’.

No final do século XVI, sua fama havia chegado às Américas. A tradição diz que, em 1587, um rico espanhol devoto da Virgem do Rocio, radicado na cidade de Lima, Peru, doou o dinheiro ao povo de Almonte para restaurar a ermida de Nossa Senhora. Com isso houve um grande impulso ao fervor e a devoção à Virgem do Rocio. A população experimentou de um modo visível a sua proteção, em 1649, quando a invocavam durante a horrível epidemia que atingiu toda Andaluzia. Consternado, o povo de Almonte transportou a imagem de Nossa Senhora, vestida de pastora, da ermida até o povoado, e este se livrou da epidemia. Por esse motivo foi eleita Padroeira de Almonte.

Fonte: Paulinas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s