Aprofundando um pouco o perene Sim de Maria

Para aprofundar o sim de Maria seria necessário vários cursos, talvez um para cada menção dela na bíblia, bem vejamos brevemente dois episódios. Não tanto para adquirirmos conhecimento intelectual, mas para servir de motivação para a oração:

 

Às Bodas de Caná

 

Tomemos o Evangelho de João, capítulo 2, versículos 1 a 5:

“No terceiro dia , houve um casamento em Caná da Galiléia e a mãe de Jesus estava lá . Jesus e os seus discípulos também foram convidados para as bodas. Ora, não havia mais vinho , pois o vinho do casamento tinha se acabado. Então a mãe de Jesus disse-lhe: “Eles não tem vinho.” Respondeu-lhe Jesus : “Que queres de mim mulher? Minha hora ainda não chegou.” Sua mãe disse aos serventes: “Fazei tudo o que ele vos disser.”

 

Este trecho do Evangelho é sem dúvida algo belíssimo. Maria era uma convidada como tantos outros que estavam na festa, e estava junto com Seu Filho Jesus, que até aquele dia ainda não havia manifestado através de milagres que era o Filho de Deus, o Messias esperado pelo povo judeu.

 

Maria pediu a Jesus um milagre para aqueles noivos e na fé, agiu como se já o tivesse recebido. Sua fé em Deus e a caridade manifestada pela humanidade apressou a manifestação de Seu Filho, e assim como estava presente nas Bodas de Caná, está presente em nossa vida. E como fez em Caná torna fazer hoje em nossas vidas intercedendo junto a seu filho Jesus pelo vinho que nos falta.

 

O sim que ela deu a Deus, em seu silencioso chamado a crer, a amar, a sair de si, são, como todo sim a Deus, fonte de bênçãos que passam a jorrar na Igreja. Nenhuma entrega que é dada a Deus fica velada, se perde no tempo, assim como o sim dela, que foi conhecido naquele momento somente por algumas pessoas mais próximas repercurte pelos séculos, assim é toda a entrega a Deus. Talvez ela tenha visto ali apenas uma solução importante para algo momentâneo. Talvez somente bem mais tarde, ali tenha visto o que isto fez dentro dela, o que isto fez aos noivos, o que isto fez aos que presenciaram. E talvez somente após ser assunta perceba o que este sim a Deus provoca na Igreja.

 

Junto à Cruz

 

A dor e a felicidade são aparentemente difíceis de serem conciliadas. Entretanto, da dor pode nascer a alegria. Ninguém sobre a face da terra experimentou mais de perto esta verdade do que Maria, pois pessoa alguma seguiu tão de perto os passos de seu filho Jesus, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, cujo o sangue foi derramado em favor de nós.

 

Para acolhermos o Mistério da participação de Maria na obra da nossa Salvação é necessário compreendermos que Jesus e Maria não eram insensíveis às dores humanas. Quanto maior é o amor, mais se sofre quando aquele que se ama está sofrendo. Maria sofre na alma o que seu filho sofre na alma e no corpo. Ama tanto que é capaz de abdicar dos seus direitos, não luta atrás do possível direito de pedir clemência para o o filho, em vista de não se tornar uma viúva desamparada. Não, ela unia o seu sim, o sim primeiro do Filho, que ninguém podia lhe tirava a vida, ele que a entregava livremente. Por amor a nós oferece seu filho, e identifica-se com a vontade do Pai para Ele. E movida por um imenso amor a nós ela ofereceu Jesus à justiça divina para, sem nem ter previsto, nos receber como seus filhos.

 

Nem sempre o sim dado a Deus é algo que se entende, algo agradável, ou algo humanamente aceitável. É sempre um sim de amor, de entrega, e por menor, ou maior que seja, é algo que conduz a ressurreição, pois não importa quais serão os frutos de nossa entrega, importa que seja entregue a Deus. Os frutos, o futuro, os resultados, assim como nossa vida pertencem a Deus, Ele que faça o que quiser deles. E Deus é fiel. E é Fiel sempre, isto é palavra de Deus, não há o que se contestar. Deus permanece fiel pois não pode renegar-se a sim mesmo.

 

Vamos rezar!!! Peçamos a mãezinha do céu que nos dê a graça de amarmos até doer, ao ponto de esquecermos nossos direitos em favor daqueles que amamos, assim como ela o fez conosco. Lembre-se é muito importante que você partilhe a obra de Deus em sua vida. Que Maria o faça silenciar para ouvir a vontade de Deus.

 

Fonte: Comunidade Shalom

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s