São Tiago

Catedral de São Tiago em Compostela25 de Julho – São Tiago

Quem percorre a estrada que leva a Compostela, em terras espanholas, ainda hoje, ouve ecoar as histórias que, desde o século IX, se espalham como sementes ao vento, a respeito dos milagres de São Tiago.

E esses milagres começam a caminho do local em que Tiago seria decapitado, a mando de Herodes Agripa.

Conta-se que, enquanto o levavam por uma corda amarrada ao pescoço, um paralítico que estava deitado pediu que o apóstolo que devolvesse a saúde e Tiago ordenou sem parar de andar: “Em nome de Jesus Cristo, por cuja fé sou conduzido à decapitação, levante curado e bendiga ao seu Criador”. E assim aconteceu. Vendo isso, Josias, o homem que o puxava pela corda, caiu de joelhos aos pés de Tiago e pediu que o fizesse cristão. O sumo sacerdote que, naquele ano era Abiatar, e que havia insuflado o povo contra Tiago, ficou ainda mais enfurecido e pediu a Herodes que também mandasse decapitar Josias.

Quando chegaram ao local do martírio, Tiago pediu água e batizou Josias e ambos foram decapitados.E os milagres seguem: libertação de um homem aprisionado numa torre altíssima, conversões, vidas salvas das mãos de bandidos e malfeitores, arrependimento de pecados graves, esclarecimento da fé. Um, entre tantos, chama a atenção. É o caso de um homem que, repetidas vezes, havia cometido um mesmo enorme pecado. O bispo, receando absolvê-lo na confissão, mandou-o em peregrinação a Compostela com uma folha de papel na qual havia escrito o pecado daquele homem. Arrependido, o peregrino chegou a Compostela bem no dia da festa de São Tiago e pedindo ao santo que, por seus méritos, apagasse seus pecado, depositou a folha sobre o altar da grande igreja. E assim aconteceu. A folha ficou totalmente limpa e o homem saiu dando graças e louvores a Deus e São Tiago, contando a todos o que acontecera com ele.

Talvez tenham sido um pouco dourados esses milagres, mas têm tudo a ver com o caráter de Tiago, um dos primeiros que Jesus chamou para segui-lo. Tiago era irmão de João e, como o caçula, apaixonado por Cristo, desejoso de estar sempre perto dele. Era impetuoso, disponível, atento, questionador. Teve o privilégio de presenciar vários milagres do Mestre, inclusive a transfiguração. Era ousado: pediu a Jesus que o fizesse sentar-se a seu lado no céu, juntamente com João. Quando Jesus lhe perguntou se seria capaz de beber o cálice que Ele beberia e ser batizado com o mesmo batismo, Tiago não hesitou em responder que sim. E assim aconteceu.

Tiago foi o primeiro dos apóstolos a ser martirizado. Era o dia 25 de março do ano 42 ou 43 da era cristã. Sua festa é no dia 25 de julho, porque essa é data em que seu corpo chegou a Compostela.

Fonte: http://www.fatima.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s