Invocação Mariana: Nossa Senhora A Virgem de Lidon

A basílica onde se venera a patrona da cidade de Castellón de la Plana, se levanta no mesmo lugar onde, segundo a tradição, foi descoberta, em 1366, a pequena imagem da Virgem, pelo arado do lavrador Perot de Granyana, ao sopé de uma árvore de amêndoas. Em algum momento da história, a Virgem recebeu o nome de Lidon, que se perpetua em algumas publicações de referência e na nomenclatura do povo.
O primeiro Santuário conhecido é do século XlV. Posteriormente se ergueram outros dois, em 1670 e 1766. A basílica atual, construída na transição entre o barroco e o neoclassicismo, se apresenta como um templo bem proporcionado, com uma nave de considerável largura, capelas nos dois lados, comunicadas entre si e um cruzeiro pouco profundo. Também se dispõe de camarim para subir com mais facilidade até a imagem.
A pequena figura, supostamente encontrada em 1366, apenas mede seis centímetros. Recentes investigações supõem que ela possa ser uma imagem da deusa Isthar, a grande mãe, posteriormente “cristianizada”, com uma cronologia que remota ao VI milênio AC. – c com paralelas com outros exemplares frequentemente encontrados em uma zona entre os rios Tigre e Eufrates. Sob o subsolo do templo se localizam restos das culturas romana e árabe.
Este ícone pagão, cristianizado em tempo incerto, e assumido como figura da Virgem Maria, a mãe de Deus, se expõe c venera em uma escavação praticada no peito de outra imagem de tamanho maior, da Imaculada Conceição, que adquire com isto, a condição de imagem – relicário. Está imagem foi coroada pontifícia c canonicamente pelo Cardeal de Tarragona, Francesc Vidal, Barraquer, no dia 4 de maio de 1924. Em idêntica data, setenta e cinco anos mais tarde, se consagrou a com catedral castelonense La Virgem do Lidon, sendo Ela a padroeira da cidade de Castellón de la Plane. Num pequeno museu da Basílica se expõem algumas peças de ofertas, imagens e os mantos da Virgem. O camarim se enfeita com vários lenços dos séculos XVII e XVIII. O Santuário foi erguido como Basílica por um breve Pontifício de SS. o Papa João Paulo II de 18 de março de 1983.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s