Gratidão a Lucas, Gratidão a Maria

Autor: Frei Lourenço Maria Papin, OP


De origem pagã, ao que tudo indica Lucas foi um cristão sírio da comunidade apostólica de Antioquia, cidade hoje pertencente à Turquia, conhecida também com o nome de Hatay. Dominava perfeitamente a língua grega na qual escreveu o terceiro evangelho e os Atos dos Apóstolos, tendo como principal destinatário o mundo grego- pagão. Seus escritos denotam que era historiador e teólogo.

Foi chamado por Dante Alighieri de “o escriba da mansidão do Cristo” (scriba mansuetudinis Christi), por ressaltar a misericórdia de Jesus para com os pecadores. Lucas insiste na ternura de Cristo para com os humildes e pobres, tratando com severidade os ricos e folgazões. Valoriza a oração, apresentando Cristo como modelo. E dá primazia à presença e ação do Espírito Santo na vida das comunidades.

Foi companheiro de Paulo em várias de suas expedições apostólicas. Paulo o chama de “médico caríssimo” (Cl 4, 10) e lhe dá o título de “colaborador” (Fm 1, 24). Percebe-se que Lucas foi médico, pelo cuidado e atenção com que descreve, no seu evangelho, os milagres de cura física e psíquica que Cristo realizou. Amigo e companheiro fiel, está ao lado de Paulo quando prisioneiro em Roma (2 Tm 4, 11).

Lucas deve ter conhecido pessoalmente Maria, mãe de Jesus, que certamente lhe narrou os principais episódios da infância de Jesus, descritos por ele com impressionante riqueza de detalhes no terceiro Evangelho.

Uma piedosa tradição o apresenta como pintor. Na cidade de Bologna, na Itália, venera-se um quadro de Maria chamado de “Madonna di San Luca”, supostamente pintado por ele.
É Lucas quem nos coloca diante da Anunciação do Senhor, a mais linda página da literatura mundial ao falar de Maria, mulher cheia de graça e de fé, ungida de Deus, que com o seu SIM acreditou que o Verbo de Deus seria concebido em seu ventre por obra do Espírito Santo. Com o SIM de Maria inicia-se uma nova criação da humanidade.

É Lucas quem inicia profeticamente a louvação de Maria através dos séculos, trazendo-nos as palavras inspiradas da anciã Isabel que recebe a visita de Maria: “Bendita sois vós entre as mulheres!”
É Lucas quem nos apresenta o Magnificat, ou o canto de Maria, glorificando o Senhor que “olhou para a pequenês de sua serva”; canto de humildade baseada na verdade quando ela exclama: “todas as gerações me chamarão bem-aventurada, pois o Todo-Poderoso fez grandes coisas em meu favor”; canto em defesa dos humildes, famintos e pequenos ao afirmar: “dispersou os soberbos, depôs de seus tronos os poderosos e os humildes exaltou; cumulou de bens os famintos e despediu os ricos de mãos vazias.”

É Lucas quem vai narrar a suprema alegria dos homens, o acontecimento plenamente humano e divino, o mais sublime da história, divisor dos tempos: “nasceu o Salvador que é o Cristo Senhor”, nascido de Maria Virgem que “conservava cuidadosamente esse acontecimento e o meditava em seu coração de mãe”.

É Lucas quem nos fala da apresentação do Menino aos sacerdotes do Templo e do comovente encontro do recém-nascido Menino com os anciãos Simeão e Ana. Simeão que profetiza os sofrimentos de Maria na paixão e morte de seu Filho na cruz: “Uma espada traspassará tua alma.” Ana que agradece a Deus e fala do Menino “a todos que esperavam a libertação de Jerusalém.” (Cf. Lc 1, 26-55 e 2, 1-52)

É Lucas que relata o desaparecimento do Menino, com seus doze anos, encontrado por Maria e José no Templo de Jerusalém em animada conversa com os doutores da lei. (Cf. Lc 1, 26-55 e 2, 1-52)
É Lucas que, finalmente, narra a presença orante de Maria na Igreja que nascia, na Igreja que recebia a efusão do Espírito Santo no dia de Pentecostes. (At 1, 14 e 2, 1)

Se por tudo isso devemos ser gratos a Lucas, muito mais gratos devemos ser a Maria, esse encanto de mulher e mãe que nos trouxe o Salvador e que mãe se tornou de todos os cristãos!

Com o SIM de Maria inicia-se uma nova criação da humanidade.

Anúncios

2 comentários sobre “Gratidão a Lucas, Gratidão a Maria

  1. Pingback: Gratidão a Lucas, Gratidão a Maria. - No Colo de Maria

  2. Pingback: Gratidão a Lucas, Gratidão a Maria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s